A minha alma nunca será atingida. Decidi viver. Prepare-se para a briga!

sábado, 21 de dezembro de 2013

2014...e agora? planos? futuro? cabelo?





Sabe que essas festas do fim de ano me deixam meio jururu. Explico: penso que a gente começa a pensar em tudo que aconteceu, no que deixou de acontecer,no que poderia ter acontecido, no que fez, deixou de fazer...sem contar aquela obrigação que a gente tem de ser bondoso, amoroso e gentil.

Uma grande bobagem, porque a gente tem o ano todo pra tratar bem as pessoas, pra fazer as coisas e aí justamente no final do ano se incorpora essa carga.

Este ano pra mim foi um ano tenso, pesado, mas totalmente suportável. Acho que sofri mais mesmo foi com as expectativas em relação a tudo e todos, quando na verdade eu precisava apenas acreditar e confiar em mim.

O ser humano tem um poder de superação muito grande , mas as vezes a gente tem mania de se apegar ao ruim, ao mau agouro, a má sorte.

Veja bem, hoje não queria falar muito de mim, das coisas que me aconteceram, mas quero falar pra você que está me acompanhando ou por acaso (  não acredito em acaso ) passou por aqui, pra você que acha que está com CA, pra você que foi diagnosticada, pra você que ainda vai operar, pra você que ainda está operada, pra você que começou as quimioterapias e radioterapias, pra você que já terminou, pra você que começou a hormonioterapia, pra você que já se livrou de tudo...

Quero e preciso acreditar que tudo isso vai passar, que os fantasmas tiram férias e ficam bem longe da gente.




Tenho visto tantas mulheres morrendo de CA, tantas outras sofrendo...não, eu não acredito que uma pessoa tem câncer porque guarda mágoa, porque sente raiva e etc...não acredito que Deus permita que tanta gente tenha suas vidas devastadas por conta de sentimentos mal resolvidos.Se fosse assim o que me diriam de tantas crianças inocentes que morrem de câncer? como conseguem acumular tanta magoa em uma prazo de vida tão curto a ponto de desenvolver essa doença maldita?

E nem venha me dizer: ah, mas isso só vale pra adulto e bla bla bla...Deus, o Deus que acredito não é tirano e vingador. É bondoso e justo.

Este exercício de perdoar o tempo todo, ser bondoso, generoso, amável, solicito ainda não me pertence.

Procuro ser um bom ser humano, ser solidário, mas honestamente o câncer não me fez uma pessoa melhor e nem pior.

Continuo sendo a Andreia de sempre, o que muda são as prioridades. A gente fica mais egoísta no que diz respeito a gente mesmo. Mas o engraçado é que essa vontade toda de viver, de fazer isso, fazer aquilo, meio que se congela diante do medo do futuro...e o que é o futuro se não o agora? a gente não tem como programar o amanhã, bobagem a nossa achar que pode controlar o tempo, as ações, acontecimentos, sentimentos...






Ah sim, agora vou ser uma santa porque tive um cancer e Deus me mostrou a importância da vida...AHHHHHHHHHHHHHHH PÁRA...PELO AMOR DELE MESMO...

Eu sempre soube o valor da vida, mas ó, viver achando que a gente pode morrer é uma coisa muito doida.

Não estou revoltada, não me sinto assim, mas a sensação da corda bamba tá aí.

Este ano de 2013 foi marcado por perdas de todas as formas, tristezas, e sem dúvida quero que ele vá embora logo e já vai tarde.



Ganhei um presente muito legal, mas mostro no próximo post.

Meu filho continua lindo, inteligente e amoroso. Ah, e elétrico e com muita saúde principalmente.







Este não é o último post do ano, quero fazer mais um rsrsrsrsr

Os efeitos do tamoxifeno estão mais brandos ( eu acho ), fui ao oncologista e fiz uma tomografia do pulmão e graças a Deus tudo certo...batimentos cardíacos tudo bem e os exames de sangue que foram muiiiiiiiiiiiiiiiiitos também estão bem. Até a anemia chatinha está me largando...só com carência de vitamina D, nada que 20 minutos de sol não resolvam ( palavra do meu oncologista )...estou liberada para o sol...eeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee coisa boa...fico me imaginando nessa gordisse toda, careca e com um peito maior que o outro na praia kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk...ai Jesus...vai ser marcante...e prometo fotos.




Por enquanto nada de praia, porque o tempo por aqui está tenso tem 1 semana, decretado sinal de alerta e calamidade pública. Que Deus proteja todos os desabrigados e tenha piedade de nós. Já estou separando coisinhas para doar.


Fiquem com Deus

Beijo a todos
Read More

quarta-feira, 27 de novembro de 2013

E como a vida anda...? otras cositas mas...



Andei envolvida com a pequena grande comemoração do aniversário de 2 aninhos do Daniel. Decidi fazer uma festa, depois decidi que não queria, depois que não podia e por fim decidi que não poderia ficar em branco, mas deixaria muita gente querida para trás. Mas, tenho certeza que entenderam. 

Só chamei mesmo amigos bem íntimos, parentes com filhos pequenos e umas 3 pessoas de fora. Foi ótimo...foi lindo...









Masssssssssssssssssssssssssssssssss...no final da festa passei um mal que achei que ia morrer. Uma falta de ar estava me perseguindo e ela se intensificou no final. Taquicardia, coração acelerado e o ar que não vinha...a careca gelada, eu gelada...

Deus do céu, o que é esse TAMOXIFENO? Por favor, quem o toma, compartilhe aqui comigo o que ele tem causado OU NÃO!

Tô achando que o céu chegou e eis que o inferno me dá as boas vindas...rsrsrsrsrs

Junto a tudo isso meu fluxo menstrual se triplicou e ando sentindo dores na região do baixo ventre, uma cólica mesmo.

Tudo isso dentro do previsto, não me apavorei de ligar para o médico, porque ele já havia me prevenido sobre a alteração do fluxo no começo e li também que os efeitos secundários do tamox são UÓ...inclui essa falta de ar que diminui a medida que o tratamento for evoluindo.

Andei pensativa esses dias sobre muitas coisas e principalmente por estar livre da quimioterapia, um dia vou falar sobre isso novamente, mas não agora.

Só queria que todos soubessem que ainda estou na luta e vou estar por um bom tempo infelizmente.

Não sendo pessimista, mas o fato de não ter feito a quimioterapia não me livra de ter problemas futuros ou até mesmo presente. Assim como quem faz também não está livre de forma alguma.

A arma continua engatilhada na cabeça pelo menos durante 5 anos.

Estava falando com uma colega que já terminou o tratamento e disse sobre isso, parece que não sou mais tão interessante para algumas pessoas que vivem o problema...ai ai ai...rsrsrsrsrsrsr...os conflitos internos são tantos...

Meu cirurgião me liberou para andar de bicicleta ( aiii como eu quero e preciso, até pra motivar o Daniel ) e o não peito já tem agora 460 ml. Conversamos anteontem sobre retirar a outra mama, sobre reconstruir essa, pois só falta 60 ml e eu ainda posso decidir aumentar em 30% do tamanho.



Assim como eu, ele também acha que devo dar um tempo, assentar as coisas na minha cabeça, RELAXAR.

Não tenho pressa de peito, não tenho pressa de estética, não tenho pressa.
Como disse anteriormente, a vida vai demorar um pouco a entrar no eixo, e por isso estou buscando ajuda psicológica ( consulta semana que vem ) e revendo a parte espiritual.

Preciso coordenar como as coisas irão acontecer, mas elas terão que acontecer.

Não posso mais ficar dando pretexto pra tudo nesta vida.

Não quero planos para futuro, mas preciso me programar para coisas de curto prazo e assim não me frustrar.

Falando em frustração...frustrada comigo mesma em alguns pontos...como disse domingo a dois amigos: PRECISO SER VASO NOVO, mas não consigo para algumas coisas kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Eu sei que tem gente que não fala comigo, mas vem aqui me ler, saber de mim...o porque eu não sei...mas, sei que vem...

Então meu recado vai PRA VOCÊ, PRA VOCÊ E PRA VOCÊ TAMBÉM!

Não tenho raiva em meu coração, esse mal nunca me pertenceu e a mágoa estou conseguindo varrer devagar. Se quiser estar perto de mim, esteja por motivos positivos, porque os negativos já se foram.

EU NÃO ESTOU DOENTE, EU NÃO ESTOU ACAMADA E NÃO PRECISO DA SUA VISITA SOLIDÁRIA DEPOIS DE TER RECEBIDO UM DIAGNÓSTICO DE CÂNCER, DE TER OPERADO, DE TER FEITO UMA QUIMIOTERAPIA , DE NÃO TER PRECISADO DELA, DE TER FICADO CARECA E JURURU...e de você nunca ter aparecido.

O momento de aparecer por causa do câncer JÁ PASSOU...você chegou atrasada...você também...você também...rsrsrsr

Agora apareça para me convidar para um churrasco, pra sentar em um quiosque, para ir ao shopping, ao cinema...!



Preciso renovar as pessoas na minha vida também.

Deixar pra trás uma "velharia" que não agrega valor ao camarote kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Quero amigos novos e manter os poucos velhos que tenho.

Rever minha postura, minha forma de agir e aceitar o jeito que cada um tem de demonstrar amor e amizade por mim.

Esses dois aí debaixo mesmo...caso complicado rsrsrsr

O bom foi que Léo me apresentou uma nova forma de amarrar o lenço...ficou lindo...eu gostei :)






Final do ano chegando...não curto muito, mas este ano tenho muito mais o que agradecer.

A gente se fala...

Beijooo
Read More

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

2 Meses de Mastectomia e 2 meses sem fumar...Não sou SHE RA :)




Ainda não é hora de parar  com o blog.

O que percebi é que tudo isso deixa a gente marcado para o resto da vida. Que tipo de marca que vai ser aí é você quem escolhe.

Há quem decida viver em função do Câncer no sentido de ajudar, alertar, fazer campanhas, marketing positivo, participar de grupos e etc...

Há quem decida simplesmente ignorar que ele aconteceu 
( este foi o caso da minha mãe ). 

Neste período perguntava sobre várias coisas e ela dizia: ESQUECI! PRA QUE VOU LEMBRAR DISSO?

Cada um encontra uma forma de lidar com isso...uns supervalorizam , outros ignoram como defesa. 

A verdade é que todos tem suas razões e motivos, e devemos respeitar.

Eu ainda não sei que postura adotar, mas sei a que não pretendo adotar...uma não elimina a outra, são várias possibilidades.

Não quero viver de falar disso, mas também não quero ignorar o que está acontecendo e em um futuro muito próximo se Deus quiser: o que aconteceu!

Dia desses uma moça veio me perguntar sobre os sintomas do câncer de mama e fiquei feliz em poder ter ajudado sobre a importância de correr ao médico.

Sempre estarei aqui pra conversar sobre isso com quem sentir vontade. Se precisar desabafar, descarregar.

Ando um pouco jururu por causa de tudo. Ainda não consigo me sentir 100% feliz, e a pior coisa que tem pra gente ouvir neste momento é: AH , MAS O CABELO CRESCE...

Claro que cresce, mas e até lá? como lidar com os olhares de pena, de nojo, de indiferença, de curiosidade...?

Tenho tido experiências maravilhosas nestes dias de carequice que ainda irão durar por um tempo.

Mas, a gente se sente mal sim.

No fundo o problema não é a falta do cabelo, porque o ser humano tem um poder de superação muito grande embora não saiba. O problema é a forma com que os outros lidam com isso e infelizmente as pessoas lidam mal, não por maldade, mas por falta de informação e porque é curioso mesmo ver uma mulher careca na rua ou de lenço.

No primeiro dia que raspei a cabeça minha mãe me chamou pra buscar meu filho na creche que fica próximo a minha casa uma quadra. Senti que aquilo foi meio que um desafio pra quebrar logo no primeiro dia esse lance do cabelo.

Relutei...AH, MÃE, PREGUIÇA DE COLOCAR LENÇO...e ela me respondeu: vá sem!

Eu nem pensei e decidi...é mesmo, vou sem.

Foi o quarteirão mais longo da minha vida. Horário das crianças na rua saindo da escola.

O sofrido foi ver minha mãe se incomodando tanto com os olhares alheios, mas tudo isso acabou quando Daniel me viu no portão e abriu o sorriso. Que se lasque, ele que me importa de verdade. Os outros só me incomodam, mas quem me importa é ele.

É duro.

Mas quando todo mundo fala: vai passar, é verdade.



Dia 11 já fez 2 meses que operei e dia 16 vai fazer um mês  do que seria o inicio do tratamento.

Engraçado, porque a gente vive de esperar nesta época...

Primeiro a gente espera o dia da biópsia, depois o resultado, depois a imunohistoquímica, depois a cirurgia, depois o laudo histopatológico da mama, depois, depois, depois...e quando a gente percebe já passou por tudo e nem percebeu de verdade rsrsrsrsrs

Nesta confusão de sentimentos você até se pergunta: será que estou aprendendo alguma coisa com tudo isso? será que estou me tornando uma pessoa melhor ou pior?
Isso, porque a gente vê depoimentos maravilhosos de pessoas que agradecem pelo cancer ter acontecido, por ter ajudado a tornar a pessoa em um ser humano melhor...aí você começa um conflito, porque começa a se fazer essas perguntas e talvez perceber que não mudou muita coisa...

Calma, calma...a mudança ocorre, afinal estar de frente com o risco de morrer abala de certa forma qualquer um.

A mudança mais perceptível em mim foi a resignação como enfrentei tudo até agora.

Nunca gostei de ser chamada de guerreira, não sou guerreira rsrsrsr...guerreira é she ra...é shena...rsrsrsr




Esta força vem de uma única pessoa que hoje vou saber ao certo altura e peso, porque vou ao pediatra kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Mas, esta força deve ter quase 18 kilos ...juro, tudo, tudo que fiz até agora, a forma como me portei foi pelo Daniel. Claro que penso na minha mãe também, no tanto que meu pai gostaria de me ver bem, mas o que me move e sempre vai me mover pelo resto da vida com CA ou sem CA é o meu filho.



Voltando ao tema careca, achei uma forma de amenizar um pouco o efeito da não adaptação ao lenço...achei uns turbantes que já vem prontos para encaixar na cabeça que são feitos de um tipo de malha...são mais frescos, práticos, não apertam...e bolei uma coisinha que encomendei, mas ainda é surpresa rsrsrsrsr

Não, não é peruca...não me adaptaria, até experimentei, mas não achei legal.

No mais é isso, sem sol até janeiro do ano que vem que já está logo ali.

Comecei a tomar o TAmoxifeno e até agora tá tudo bem...nos 2 primeiros dias meu psicológico meio que respondeu, e é psicológico mesmo, porque ele demora uma média de 12 dias para fazer efeito kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk


Vamos indo...

Ahhhh, hoje gostaria de agradecer em especial a um grupo de mães da qual faço parte e sou fundadora do grupo que se chama Powerful Mommy. 

Este grupo me ajudou e ainda ajuda muito no que diz respeito a criação do meu filho, mas o mais importante que percebo hoje não é nem isso, mas o fato de ter feito grandes amizades mesmo com mulheres que se encontram em outros Estados do Brasil.

Meninas, obrigada pelo carinho e respeito com quem sempre me trataram, pelo apoio, pela compreensão, pelas palavras de força, pela preocupação, pelas orações.


Toda minha admiração por cada uma de vocês.

Não vou citar nomes para não ser injusta, todas, todas são especiais a sua maneira.



Que Deus abençoe cada uma de vocês e os filhotes. Saúde em dose tripla.

Ontem fui a missa de ação de graças por 1 ano de falecimento do meu pai e o padre falou sobre GRATIDÃO...sobre a importância de agradecer a Deus pelas graças recebidas e principalmente às pessoas que são usadas também por ele para nos ajudar.

Sou grata a todas vocês :)

Vamos seguindo e vou dando notícias...comentem ;)

Read More

sexta-feira, 8 de novembro de 2013

A QUIMIOTERAPIA ACABOU...O LIVRAMENTO ACONTECEU...DEUS!





Bom, nem sei por onde começar. Estou ainda em estado anestésico...

Vou tentar fazer uma retrospectiva rápida e chegar ao ponto.

Antes de fazer a mastectomia foi preciso que eu fizesse um exame chamado Imunoistoquimica. Este exame é bem preciso e ele serve para descobrir de  forma bem grosseira qual era o tipo de tumor que estava em minha mama, o tanto que ele era agressivo e do que ele se alimentava.

Quando este resultado chegou fiquei muito feliz, pois segundo meu mastologista era o resultado mais desejado para quem tem câncer de mama...o tipo menos agressivo, tamanho considerado pequeno e reagia 100% ao tratamento hormonal, que é um remédio que temos que tomar por 5 anos.

Depois que operei foi feito outro exame onde seria estudado patologicamente a mama retirada. Neste exame foi confirmado o grau de agressividade, a quantidade de células proliferativas , além do tamanho. Novamente fiquei feliz...tudo no resultado mínimo...tudo satisfatório.

Esses exames seriam fundamentais para se escolher o tratamento que eu faria. Lembrando que não tive comprometimento axilar, e não foi preciso então retirar os linfonodos. 

Excelente notícia também.

Quando tinha tudo em mãos precisava escolher um oncologista que é o profissional que direciona e acompanha o tratamento seja ele qual for. Meu plano de saúde São Bernardo anda caindo muito em qualidade, então fiquei meio que restrita quanto a escolha, considerando é claro que eu FARIA QUIMIOTERAPIA. Isso me foi afirmado pelo MASTOLOGISTA, com base no que ele ACHAVA.

Digo isso, porque o mastologista CHUTOU que eu faria e neste chute eu trabalhei meu emocional.

Fiquei entre consultar em um hospital referência em Câncer com uma ala só para isso ou uma nova oportunidade em uma clinica nova que aceitava meu plano e fazia QT há 1 ano.

Em nenhum momento considerei ouvir outro médico que não fossem desses dois lugares, afinal eu faria quimioterapia e então teria que consultar em um lugar onde meu plano cobrisse as aplicações.

A ansiedade e vontade de que tudo aconteça logo tomam a alma da gente. Eu tinha apenas 36 dias de operada, e a essa altura já havia passado por uma oncologista que não vou citar o nome , no qual me passou um protocolo de 4 ciclos da QT vermelha ( conhecida por nos deixar sem um fio de cabelo após 15 dias da primeira aplicação ) e 12 da branca ( conhecida por nos deixar com dores pelo corpo, tontura e etc ).

Questionei o porque da escolha desse protocolo e ela disse: idade, histórico familiar e tamanho do tumor.

Bem , ela é formada, estudou pra isso, deve saber mais do que eu.

Fiz a primeira e graças a Deus reagi muito bem.

Passado uma semana , uma amiga chamada Janaina insistia para que eu fosse a um médico chamado Fernando e eu disse que não iria, porque estava indo bem no tratamento  e ele também não aceitava meu plano, na verdade eu supus...não sabia.

A Janaina tinha um caso próximo a ela de erro no tratamento de uma amiga que também trata CA de mama com metástase óssea, e este médico que ela citou ajudou essa amiga.

Nesta mesma semana fui ao cirurgião plástico e falei que algo dentro de mim dizia que alguma coisa estava errada, me sentia incerta do tratamento e minha mãe também achava aquela quantidade de ciclos extensa demais. Era uma intuição, mais uma vez algo me alertava.

Ele então falou de um amigo oncologista muito bom e que eu iria gostar muito dele, e que mesmo que ele não atendesse pelo meu plano seria interessante pagar particular para ouvir uma segunda opinião.  Adivinhem quem era esse amigo? o tal MÉDICO que a amiga queria que eu procurasse.

Definitivamente achei aquilo um sinal. Na mesma hora meu cirurgião ligou pra ele que prontamente disse que me atenderia na próxima semana, pois iria a um congresso brasileiro.

O médico já estava ciente que eu havia feito o primeiro ciclo e disse que não teria problema de esperar para a próxima semana.

A essa altura eu teria que colocar o cateter, no mesmo dia que seria a consulta, então decidi também por intuição não colocar o cateter e ir a consulta.

Meu cabelo caindo, caindo e algo dentro de mim se revirando. Era uma sensação que não sei agora como definir.

Bem, a consulta seria em uma terça feira e a segunda quimio na quarta feira da outra semana...faltava então 9 dias.

Quando cheguei ao médico as minhas pernas tremiam e eu pensava: meu Deus, porque estou assim? Porque esse nervoso? Parecia que ia receber o diagnóstico do CA...e era mais ou menos isso de certa forma.

O médico era amistoso, cara boa, se desculpou por não ter podido me atender antes...começamos a conversar, ele perguntou sobre filhos, se gostaria de ter outro...foi analisando meus exames, analisando, até que: Andreia, porque você está fazendo quimioterapia? Um gelo tomou todo meu corpo, minha cabeça começou a latejar, meu nariz entupiu,tudo naquele segundo.

Oi? Como assim?

Andreia, pelo que vejo aqui você não precisa de quimioterapia...deixa eu terminar de olhar os exames.

A primeira pergunta que fiz foi: meu cabelo vai cair? E ele disse: vai...com certeza...só um milagre.

Na sequência uma série de informações que não havia recebido da outra profissional. E descobri ainda através da tomografia que havia feito a pedido da outra médica que eu estava com um principio de enfisema pulmonar...e aquelas bolhas que eu vi no laudo e questionei com a médica e segundo ela eram nada...só resquícios de algo mal tratado, uma pneumonia e etc...

O médico então disse que eu precisava me preocupar com isso e não com o CA, porque se eu voltasse a fumar isso sim me mataria e rápido.

Me mostrou as imagens e explicou tudo. Foi me subindo uma mistura de ódio , repulsa, revolta. E ele foi enfático ao terminar de ver meus exames que o tipo de câncer que eu tive não necessitava de quimioterapia. Falou inclusive que a profissional deixou de considerar o tamanho do tumor, o não comprometimento da axila, o grau de agressividade, a forma como ele se alimenta, o score zero, a proliferação mínima, as margens livres, a mastectomia...ufa...tanta coisa, tanta coisa. O tumor que havia sido retirado era LUMINAL  A, GRAU 1...etc,etc...

Falou que o fato de eu ter sido uma paciente obesa também conta, não que seja o x da questão, mas segundo ele a quimioterapia vermelha é extremamente nociva a saúde, e é chato dizer isso, pq sei de muitas amigas que estão em tratamento ou irão começar que vão ler este post. Mas tenho certeza que se vocês se informaram um pouco sabem do que estou falando...do risco de leucemia, problema cardíaco e etc...

Mas isso só está sendo dito, porque o meu caso em particular não demandaria um tratamento de quimioterapia, porque caso valesse aí sim justificaria correr tantos riscos de forma consciente...a quimio cura, mas ela mata também. Destrói as células doentes e as saudáveis também.

Eu tenho um problema sério de absorção de nutrientes por causa da redução de estomago e vivo com uma anemia pela vida toda. Minha maior preocupação seria como meu organismo reagiria diante de tudo isso. Ter que adiar uma quimioterapia uma vez tudo bem e outras vezes? E o resultado que se perde? Tudo isso me afligia a alma...porque eu queria me tratar, ainda que fossem 1000 vermelhas e mesmo sabendo de tudo que ela causa.

Por favor, não me julguem, vocês que estão em tratamento...digo e repito, é preciso se tratar, correr atrás de tudo que é apresentado, de tudo que possa salvar a vida...MAS quando isso tem validade para seu caso e tudo que ouvi a partir do que relato é que não é necessário para meu caso.

A decisão naquele momento era difícil, decidimos pegar as laminas para mandar para São Paulo para uma patologista muito conceituada que trabalha inclusive para a USP e tem só 40 ANOS DE EXPERIÊNCIA EM EXAMES DE IMUNOHISToQUÍMICA e de confiança desse médico...ele ainda me explicou que caso algo ainda se mostrasse diferente dos exames até agora, eu poderia fazer um exame chamado oncotype para confirmar o que ele estava falando ou um mamaprint...exames que custam em torno de 4 mil dólares.
Correria...pega material...decide se vai pessoalmente  a SP ou sedex...liga para SP...consegui mandar o material.

No dia seguinte depois de conversar com minha cunhada, mãe...decidi procurar uma terceira opinião. Por milagre consegui uma consulta de desistência com um médico também MUITO conceituado e conhecido no Estado. Paguei particular. E lá fui eu com a minha cunhada.

A primeira pergunta que fiz a ele quando cheguei foi: o senhor dentro da sua prática e experiência profissional e postura pessoal, acredita que exista algum tipo de CA de mama que não precisa de Quimioterapia?

Ele: vários!

Então fui mostrando os exames e dizendo que ele era minha terceira opinião.

Quando ele terminou , olhou pra mim e disse: se você fosse minha paciente eu diria que você não precisa de quimioterapia...apenas hormonioterapia, que é o remédio que se toma todos os dias por 5 ou 10 anos. Ele assim como o médico do dia anterior acham que eu devo tomar por 5 anos. Ambos disseram a mesma coisa sobre tudo...tipo de tumor...tamanho, etc, etc...

Fui tomada por uma sensação de morte...engraçado, era pra me sentir feliz e aliviada, mas só lembrava do meu cabelo, agora sim ele tinha importância...

Porque preparei meu emocional para um tratamento extenso, sofrido e a perda do cabelo e agora simplesmente não preciso disso, mas já sofri dentro do meu  organismo o efeito de apenas uma que está fazendo meu cabelo cair dia após dia...

Me culpei por não ter procurado outras opiniões antes de começar a quimio...culpei a médica, quis que ela morresse, supliquei a Deus que meu cabelo não caísse...

Dentro de mim pouca certeza e muita dúvida.

Afinal, muitas pessoas segundo o terceiro médico optam em fazer a quimioterapia mesmo sabendo que não precisam. Isso para se sentirem mais seguras...a cabeça da gente pira mesmo.

Mas , eles são médicos ,estudaram, e a medicina evoluiu.

Segundo eles, esse protocolo que a medica me passou é para tumores maiores, mais agressivos e com comprometimento axilar, o que não é meu caso. Eles inclusive não entendem como meu plano liberou as 12 brancas, geralmente liberam só as 4 vermelhas em caso de mastectomizadas e sem comprometimento axilar.

Saí de lá adormecida e muito, muito, muito revoltada.

Mas não posso esquecer do que o terceiro médico disse: Andreia, a médica também não está errada, no entendimento dela a quimioterapia seria bom para você.

Eu prontamente discordei...que porra é essa...então a pessoa me entope de veneno não considerando os requisitos mínimos pra isso? Ahhhh pelo amor de Deus...

Há 10 anos atrás até seria aceitável...tumores acima de 2 cm era quimio sem pestanejar...mas agora...poxa vida...

Foi o que o segundo médico disse, atualmente estuda-se o comportamento do tumor...das células...como ele se comporta...

As pesquisas, os estudo servem pra isso...pra nos poupar de tanto sofrimento...quem diria por exemplo há 10 anos atrás que uma mulher que teve todo o seio retirado, pele, bico...estaria a menos de 2 meses com um peito de quase 350 ml graças a um expansor que estica a pele?

São coisas que a gente não entende.

É imperdoável...mas, ao mesmo tempo sei que o intuito da médica não foi me prejudicar de forma consciente.

Não quero saber de processo hoje...não quero saber de ódio dentro de mim. Mas certamente irei até ela e direi tudo que penso pra me libertar disso e se alguém quiser minha opinião pessoal eu direi de forma privada e direcionada  a quem tem interesse e necessidade, e não apenas curiosidade.

O segundo médico foi categórico em dizer sobre imperícia médica e que isso é fácil de se provar. Mas, por agora não quero saber disso.

Quero reorganizar minha cabeça, tocar a vida, lidar com essa carequisse que não era pra ser minha.

Depois dessa outra opinião só me restava esperar o resultado de SP que me custou R$ 2100...

Ansiosa ao extremo vendo bolos e bolos de cabelo caindo...minha mãe sofrendo e se  apegando a um milagre...mas o milagre já estava acontecendo.

Decidi raspar a cabeça e acabar com isso.


No fundo eu sabia de alguma forma que se Deus permitiu isso é porque tem um propósito e não cabe a mim questionar.

Finalmente o dia da Quimio chegou e eu seguindo o conselho do médico não fui...o exame chegou logo no outro dia, e a noite a secretaria do médico me liga dizendo: ANDREIA, DR....DISSE QUE PODE COMEMORAR...CONFIRMADISSÍMO...VOCÊ NÃO PRECISA DE QUIMIOTERAPIA...

Uma sensação de alívio tomou meu corpo e desde então eu só faço agradecer a Deus.

No dia seguinte que foi ontem, fui ao médico e os exames já estavam nas mãos dele.



A primeira coisa que ele me disse foi: ANDREIA, QUE PENA QUE NÃO NOS CONHECEMOS ANTES!

Então daí pra frente foi para me explicar todo o exame, mostrar, comprovar, explicar, comprovar...e dizer inclusive que um único médico brasileiro que participou do “Consenso de Saint Gallen” de 2011 foi consultado por essa patologista de SP, e que esse consenso  fala sobre os indicativos de tratamento e cuidados para as portadoras de câncer de mama (bem assim sua prevenção) e foram definidos como guiarão os especialistas  nos próximos dois  anos. 

Esse médico foi categórico em dizer que meu caso não é de quimioterapia , e que 80% das mulheres o fazem sem necessidade, pois quando existe uma margem de dúvida os médicos acabam mandando a quimioterapia...

A esperança e conforto é que daqui há 10 anos se Deus quiser, esses exames mais sofisticados e caros estarão acessíveis a todos e aí a varredura em mais de 70% das células vai dizer com certeza se é preciso quimioterapia ou não.

Foram refeitos meu exame de imunohistoquímica, a documentação fotográfica e o laudo de opinião diagnóstica.

O que tenho que dizer é: o CA que tive é altamente curável e com chances mínimas de rescindir.
Massssssssssss , é preciso que se diga que CASO ALGUM DIA ALGO VOLTE não vai ser porque não fiz QUIMIOTERAPIA...no meu caso a hormonioterapia é que vai fazer a varredura de algo que possa ter restado em meu organismo.

E seeeee algum dia volte ele vai me encontrar da mesma forma que foi desta vez...de cabeça em pé, firme e com a certeza de que nada de ruim vai me acontecer.

Parece que ainda não caiu a ficha, porque quando se fala de câncer não existe isso de merecimento...Deus não manda a doença pra ninguém....Deus não acha que fulano ou sicrano merecem mais ou menos a cura, Deus não decide que fulano vai sofrer mais ou menos do que o outro.

Mas eu sei de uma coisa: EU CONFIO E SEMPRE VOU CONFIAR EM DEUS...nunca, nunca deixei de acreditar em seus propósitos em minha vida.

Se ele me livrou disso é porque certamente tem um motivo, e eu só agradeço e mais nada.
TIVE UM LIVRAMENTO GIGANTE...UM MILAGRE MESMO...e quem me conhece e sabe um pouco da minha vida, sabe que não foi a primeira vez...já tô aqui nesse plano de hora extra rsrsrsrsr

Tô muito feliz...muito mesmo...a vida vai seguir...e tenho algo a dizer: ME APOSSEI DO LIVRAMENTO...ME APOSSEI DO MILAGRE...e não quero mais falar sobre isso depois do post..


É estranho porque estava preparada para algo extenso...

Mas tem outra coisa, toda pessoa que tem CA sofre...e isso independe do tamanho e tempo de tratamento...a gente sofre porque se depara com a possibilidade de morrer...

Minha cota de sofrimento foi de bom tamanho, mas digo a quem estiver lendo isso e estiver em tratamento quimioterápico: façam 1000 quimios se for preciso...o que importa é a cura e nada mais.

Agora, se você está em processo de cirurgia, escolha do tratamento, por favor um alerta e acho que isso foi uma das coisas que Deus quer que eu faça:

PROCURE SEMPRE UMA SEGUNDA, TERCEIRA, QUARTA OPINIÃO...Leia, estude, informe-se, questione, duvide...a fé nos profissionais não pode ser cega...ela tem que ser com um tampão no olho até que você decida o que vai realmente fazer.

Continuem a pedir pela minha vida, pelo meu filho como sempre fizeram até agora...ainda não posso ser considerada curada, pois é preciso um tempo de 5 anos, isso se não entrar na menopausa precocemente e precisar trocar de medicação...mas, isso não me importa, algo dentro de mim diz que tudo que passei e ainda passo foi pra me sacudir mais uma vez.

Vou ser egoísta no sentido de cuidar de mim, da minha vida...de esperar pouco dos outros, de não criar expectativas...mas também para me tornar um ser humano melhor para os outros...ser prestativa...doar meu tempo e ajudar financeiramente como eu puder a quem precisa.

Não sei ainda se continuo com esse blog que é tão especifico sobre CA, pensando em voltar para meu blog pessoal que fala sobre tudo, mas aí eu aviso a quem quiser me seguir...

Obrigada pelo carinho, pelo apoio, foi e ainda é de muita importância...

Deus esteve presente em todos os momentos...através das pessoas que rezaram por mim, que oraram, que louvaram, que clamaram...

Esteve presente na espiritualidade que me segurou através de pessoas que me ajudaram, me acolheram e me deram a certeza que isso seria passageiro...

Não posso deixar de agradecer a algumas pessoas em especial...minha mãe, minha cunhada, Rosária que me ajuda com meu filho, minha tia Maura, minha comadre Patrícia e ao Rewan...ahhh é tanta gente....não posso ser injusta e nem é isso, mas essas pessoas foram peças chaves neste período e tenho certeza que ainda serão. AHHH ..ao DR. Marco Antônio meu cirurgião querido...e a Janaina que foi usada por Deus.

Ahhh meu pai...a certeza que ele segurou ,segura e sempre vai segurar a minha mão...hoje faz 1 ano que faleceu...
Pai...foi por você também que me fiz mais forte do que pensei que pudesse ser...
Tenho certeza que está orgulhoso de mim...e se Deus quiser assim o farei por muitos e muitos anos ...







Estava doida pra contar rsrsrsr

DEUSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS OBRIGADAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA

MARAVILHOSOOOOOOOOOOOOOOO, PERFEITOOOOOOOOOOOOOOOOOOO...!!! 
Read More

segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Olha o NÃO PEITO virando peito !


Esta semana voltei ao Dr. Marco Antônio ( cirurgião ). Fui  lá bombar o expansor e encher o não peito que já não é tão não peito assim rsrsrsrsr. A tecnologia é um negócio doido, né?

Lembro da época da minha mãe ( ela teve CA pra quem não sabe, há 11 anos atrás ), ela precisou esperar 2 anos para reconstruir a mama, não sei se por falta de informação ou porque não era um procedimento comum na época. Boa pergunta pra fazer ao Dr. Marco, porque foi ele também que fez a reconstrução da mama dela.

Enfim, conversei com ele sobre umas dúvidas e ele me ajudou a tomar uma decisão que vai se concretizar esta semana, mas ainda não vou falar o que é. Logo trarei novidades.

 ( Sem olhar para a foto debaixo, responda: qual a mama que foi retirada? )
 ( Ahaaaaaaaaaa..te  peguei rsrsrsr...olha como ela tá cheinha já ...e mostra como a outra tá caída kkkkk )

 ( 240 ml expandido...ainda falta... )



Fora isso, aquela fraqueza da pós QT diminuiu consideravelmente.

Mas, confesso...a gente fica judiado mesmo...no sentido de ter o organismo todo alterado.

Desconjuro...que coisa doida saber que um líquido mexe tanto na sua vida.

Meus cabelos ainda continuam na cabeça, mas já estavam caindo bem antes da QT...

Aproveitei que meu filho ficou com o pai este final de semana q fui ao Shopping com uma amiga da época da faculdade pra gente bater papo, comer bem e tentar comprar alguns acessórios de cabeça, mas confesso também que fiquei gelada na hora de experimentar os lenços...uma sensação ruim me tomou...então, comprei só um chapeuzinho que gostei muito.


( Eu e Katita...como falamos: duas véias na Riachuelo fazendo bico no espelho kkkkkkkk )


Esta semana vou tentar resolver algumas coisas pendentes antes da próxima QT que já é semana que vem...minha nossa, nunca vi 21 dias passarem tão rápidos na minha vida.
Dia 22 é aniversário do Daniel e quero comemorar com amigos bem próximos e alguns coleguinhas dele. Aproveitar pra marcar pediatra pra ele também.
Falando nele, continua uma figura...graças a Deus tenho conseguido tornar tudo bem ameno pra ele de forma que não sinta.




É isso. Obrigada pela quantidade de gente que tem visitado e lido o blog.

Não sei se vocês viram, mas ganhei o selo do ONCOGUIA...muito legal! 

Agora mais gente vai poder visualizar o blog e contar com minha ajuda se precisarem.

Logo eles estarão divulgando no site :)

Nunca tive intenção alguma além de registrar o que tenho passado e sentido. Por isso se você está passando pelo mesmo que eu e precisa conversar sobre...é só me chamar.

Acredite...existe uma luz no fim do túnel !

Read More
Andreia Turra. Tecnologia do Blogger.

© 2011 Caraca! Câncer de Mama..., AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena