A minha alma nunca será atingida. Decidi viver. Prepare-se para a briga!

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

Cirurgia...cigarro...zero de mama...vai começar a brincadeira!





Deixe me ver aonde parei...

Depois da correria do plano de saúde veio a liberação um dia antes da cirurgia.

Decidi que deveria parar de fumar, mas confesso que foi um tanto doloroso.

Mas não vou falar de cigarro agora. Não fiz promessa nenhuma, apenas vou tentar tudo que for possível para ficar sem fumar.

A cirurgia foi tranquila. Antes dela precisei fazer o tão temido LINFONODO SENTINELA. Levei 4 agulhadas na mama doente para que fosse aplicado um liquido que localizaria o linfonodo sentinela, como se fosse o guardião dos linfonodos. Através dele na hora da cirurgia seria retirado para analise e aí eu teria minha axila esvaziada ou não.

Minha cunhada e meu irmão me acompanharam. Pra ser bem honesta fiquei nervosa e me senti sozinha. Era uma solidão inexplicável.

Quando entrei no centro cirúrgico eu chorei e fui tentando lembrar o nome de todos os santos pra me proteger, as frases pra mentalizar, as cores, jesus cristo, espiritualidade...mas eu só lembrei mesmo de falar: 

O SENHOR É MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ. Pedi também que meu pai segurasse a minha mão e cuidasse de mim. Eu queria tanto a presença dele naquele momento.

Pensava em Daniel e em tudo que gostaria de fazer junto com ele. Precisava viver e não iria falhar.



Mas eu tinha tanta, mas tanta certeza que estava curada que não pensei em morte e em nada disso. Lembro do anestesista jovem chamado Rafael e imediatamente lembrei da minha mãe mandando clamar ao anjo Rafael que era o anjo da cura. Ri sozinha e falei com o Rafael que adorava o efeito da anestesia. Ele riu comigo e disse que faria bem devagar pra eu sentir o barato rsrsrr

Antes disso meu mastologista chegou, segurou forte na minha mão e eu ali também tive a certeza que tudo daria certo.

Apaguei.

Acordei tremendo de frio e com dor. Tudo repuxava.

Pedia socorro, gritava, mas era o efeito da anestesia. Um enfermeira anja conhecida da minha manicure me salvou. Me trouxe cobertor e muito soro quente pelo corpo todo.

Olhei pra baixo e vi que estava reta.

Logo depois fui para o quarto e recebi a melhor notícia que poderia ter recebido: não tinha linfonodo comprometido e não foi preciso esvaziar a axila.

Ali eu chorei e agradeci muito a Deus. Tudo ficou tão pequeno.

Tratei de puxar a faixa que cobria a parte dos seios e vi tudo retinho com uma cicatriz que mais parecia a linha do horizonte de tão grande.

De verdade? Não senti raiva, pânico, tristeza e nada desse tipo.

As pessoas ficam chateadas de olhar para a não mama, mas os olhos acabam lá rsrsrsr...então decidi mostrar pra todo mundo meu não peito.

Quase uma semana depois da cirurgia comecei  a pensar sobre minha reação de tão pouco com caso com a mutilação que sofri ( sim, é uma mutilação e você fica parecendo um combatente de  guerra que perdeu um braço, uma perna )...cheguei a seguinte conclusão: como sempre fui obesa a vida toda e até operei  para resolver um pouco o problema, lembrei de todas as vezes que fui rejeitada pelo corpo bonito que nunca tive, e lembrei que sempre conquistei as pessoas primeiro pela minha cabeça e atributos intelectuais e depois pela aparência física. Não estou dizendo com isso que sou feia, sou linda kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, mas nunca tive um corpo bonito e nunca fui presa a estética, aliás por causa disso granhei  inúmeras cicatrizes no corpo que me puseram mais complexada ainda.


Resumindo, Deus é foda...poderoso mesmo...fez tudo direitinho o danado...imagina se estivesse agora solteira, na pegação com um corpo lindo...seria uma tragédia grega...rsrsrsr

Por conta disso sinto como se tivesse arrancado um dente, claro que bem mais visível rsrsr...vai ser difícil o lance das roupas, mas nada que momentaneamente um soutien com prótese não resolva.

A melhor parte foi voltar pra casa e ver meu filho. Menino delicioso, tem até se comportado bem na medida do possível. Isso sim me faz sofrer, querer  cuidar dele, das coisas dele e não poder. Isso me faz chorar e ficar triste, mas lembro que é por causa disso que preciso ficar boa logo. Já comemorei até o meu novo aniversário...dia 11 de setembro de 2013. O dia que Deus me deu a oportunidade de renascer. Teve até bolo rsrs







Minha recuperação tem sido perfeita, sem dores, ótima cicatrização e devo tirar o dreno amanhã. Os médicos ficaram satisfeitos com o resultado da cirurgia, mas falaram da dificuldade em colocar o expansor e aliás vamos deixar isso
 pra ver depois. Um sofrimento de cada vez.

Minha mãe tem sido maravilhosa, compreensiva e paciente comigo e com Daniel. Agradeço a Deus todos os dias por ela estar ao meu lado. Ela sabe exatamente como estou me sentindo por ter passado a mesma coisa.


Deus me deu um anjo maravilhoso também, chamado Marina que está cuidando de mim. Minha babá preta rsrsr


Não posso reclamar de nada. Deus tem sido muito generoso. Tive minha cunhada e meu irmão ao meu lado. 

E sei que a minha dor foi a deles também.

Minha amiga irmã  Patricia cumpriu a promessa de sempre estar ao meu lado e lá ela estava tão logo saí da cirurgia.



Agradeço a todos que me visitaram, me encorajaram...as meninas do grupo Amigas do Peito, A Re do blog 4 efes...a todos mesmo.

Guardo algumas considerações só pra mim , mas o certo é que não devemos criar expectativas em relação as pessoas. Cada um oferece aquilo que recebe e pode oferecer.

Esta fase vai ser a fase da peneira. Muita gente vai ficar para trás, mas como confio em Deus, sei que muitas outras irão aparecer.

Fico no aguardo do resultado da mama que sai dia 29 e do encaminhamento imediato para o oncologista e aí sim saber do meu tratamento que começa logo.

A falta do cigarro tem tornado esse momento de mais luta ainda. Torçam por mim, preciso parar.


Mas vamos com calma...um dia de cada vez.

12 comentários:

  1. Linda, obrigada pelo carinho.
    Estou aqui na torcida por você como sei que esta ai por mim.
    Muita gente vai, mas muita gente boa chega.
    No ano que vem temos 2 aniversários para comemorar em setembro: dia 4 e dia 11.
    Bjs e conta comigo para o que precisar

    ResponderExcluir
  2. Querida, gostei m uito do seu blog, continue postando sempre , não faça como eu que deixei uns meses sem dar noticias, as vezes é chato abrir o blog e não ter nenhum comentario,kkkk acho que por isso parei um pouco, mais pense nele como um diario, contando o seu dia a dia !!! beijos e continue assim , alto astral !!!1

    ResponderExcluir
  3. Seu relato pessoal é desafiador e ao mesmo tempo encorajador. É desafiador quando nos toca refletindo o quanto a busca por um corpo "perfeito" é banal, futil e por muitas vezes desnecessário frente aos novos desafios que vão surgindo no decorrer da caminhada...Mas, vejo o quanto é encorajador quando revela que Vale apena viver! O quanto precisamos valorizar a vida, que ao enfrentar a doença podemos superá-la, vivendo um dia de cada vez... Parabéns Andreia! Boa recuperação e Deus está contigo!

    ResponderExcluir
  4. Um dia de cada vez!!
    É isso aí!!
    Daniel tá lindoooooooooooooo e você tambem!!

    ResponderExcluir
  5. Querida, mais uma vez vc me emocionou com suas palavras...vc sempre foi uma guerreira, uma batalhadora e vai vencer mais essa...sua vitória já foi decretada, tome posse dela!!!!!!!!!!! O que é um seio diante de uma vida? O importante é estar viva e sem a doença, que saiu junto com a mama...se precisar de colo, estou aqui! Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  6. O comentário acima é meu...Ignêz

    ResponderExcluir
  7. Maravilhoso, simplesmente maravilhoso! Deus é bom , e demonstra a sua bondade a cada instante na sua vida! Te trouxe a tona pra respirar! Amem!

    ResponderExcluir
  8. Parabéns por essa etapa cumprida!!!Vai dar tudo certo, um dia de cada vez!!! bjinhoss

    ResponderExcluir
  9. Lindo! Os acontecimentos da vida me fizeram um pouco dura em relação às lágrimas, mas ao ler o seu relato elas fluíram em cascata. Difícil foi parar. Sempre em frente, minha amada amiga! Bj

    ResponderExcluir
  10. força amiga , estamos daqui sempre orando e torcendo por vc, te amamos bjsss

    ResponderExcluir
  11. Chorei de novo! (A 1ª foi quando Tio Máximo me ligou, depois de eu ligar 3x e ainda não ter notícias, e me disse q foi um sucesso!)Mas não de tristeza... eu tenho certeza da sua força e da misericórdia de Deus! E é isso aí; um dia de cada vez! Foco, força e fé! BJ GRANDE!

    ResponderExcluir
  12. A Fé é a âncora,é o alicerce,é a base para todas as conquistas.Quando deixamos de acreditar,de crê,abrimos mãos dos nossos sonhos,dos nossos alvos,das nossas metas.Continue assim com toda força e Fé no Senhor que ELE te abençoará mais e mais.Deus é fiel para conosco;cumpre todas as suas promessas.Sempre nos ampara,protege e sustenta.A cada momento a sua graça e misericórdia tem sido derramadas sobre as nossas vidas...Você é uma benção...continue buscando no Senhor sem na Fé enfraquecer.
    Bjoss...e uma ótima recuperação.

    ResponderExcluir

Andreia Turra. Tecnologia do Blogger.

© 2011 Caraca! Câncer de Mama..., AllRightsReserved.

Designed by ScreenWritersArena